Fábio Santos - Faz Barba Cabelo e Bigode em SC


Atualização: 12/11/2018

Tríplice coroa!

Fabio Santos ganhou a MX1, MX2 e Elite MX do Catarinense de Motocross 2018

Fabio Santos é campeão de três categorias no Catarinense de Motocross 2018


Piloto da Yamaha Monster Energy Geração comemorou títulos neste domingo, 11, no encerramento do estadual em Indaial


Fabio Santos, piloto da Yamaha Monster Energy Geração, sagrou-se campeão de três categorias - MX1, MX2 e Elite MX - no Catarinense de Motocross 2018, que teve sua final realizada neste domingo, 11, na cidade de Indaial.

Na final, Fabinho ainda fez um belo duelo com seu companheiro de equipe, Jean Ramos, que ficou com a vitória na corrida da Elite MX e MX1, que largaram juntas.

Fabinho também conquistou o Brasileiro de Motocross na categoria MX2, um fim de semana antes, e foi um dos três representantes do Brasil no Motocross das Nações 2018, realizado nos Estados Unidos.

Assim, o atleta de Jarinu, São Paulo, encerra uma temporada repleta de sucessos a bordo de suas Yamaha YZ 250F e YZ 450F.

Jean Ramos ainda briga pelo título do Arena Cross Brasil, que deve ter a data e local de sua rodada final anunciadas em breve pela organização.

Confira abaixo o que disseram os pilotos:

 

FÁBIO SANTOS #4

Categoria MX2 / Moto Yamaha YZ 250F 


Campeão da MX1, MX2 e Elite

"Encerro o ano muito satisfeito com mais estes três títulos do Catarinense de Motocross. Foi uma temporada muito boa, apesar de alguns problemas que enfrentei em algumas corridas. Mas vencer os obstáculos me fez sair ainda mais fortalecido, e fez também os títulos valerem ainda mais. Campeão brasileiro e campeão das três principais categorias no Catarinense. Estou muito feliz", afirma Fabinho.

JEAN RAMOS #10

Categoria MX1 / Moto Yamaha YZ 450F 


Vice-campeão na MX1

"Ainda estou no processo de recuperação do ombro, mas consegui uma boa largada na bateria da Elite. O Fabinho me pressionou um pouco no começo, mas acabou caindo, e eu tentei me soltar. Estava tenso e nervoso com a pista, tinha treinado pouco nela por causa da chuva e para poupar o ombro. Os retardatários me atrapalharam um pouco, o Fabinho chegou, mas consegui segurar e vencer. Feliz em terminar o campeonato com vitória. Este ano sofri bastante com problemas pessoais, falta de concentração, mas termino o ano com duas boas corridas. E ainda tem a última do Arena, depois é pensar em 2019" , afirma Jean Ramos.
 
 
Jean Ramos ganhou a bateria final da Elite MX e MX1 - Foto: Mau Haas

Foto da capa: Danillo Proto 

Comentários