Herlings não vai para o AMA Motocross em 2019


Atualização: 21/03/2019


O defensor do título de Campeão Mundial de Motocross da FIM (MXGP), Jeffrey Herlings, permanecerá na Europa em 2019, de acordo com um relatório publicado no site holandês NOS.

 

Depois que Herlings foi descartado para a rodada de abertura do MXGP na Argentina devido a uma lesão no pé sofrida em uma sessão de treinamento em janeiro, começaram a circular rumores de que ele poderia competir no Lucas Oil AMA Pro Motocross Championship.

Segundo o relatório, uma reunião foi realizada na quarta-feira na KTM, na Áustria, onde foi tomada a decisão de manter Herlings na Europa. "No contrato de Jeffrey, apenas o WC está incluído no MXGP. Participar do circuito MX na América foi um desejo, uma idéia", disse o diretor esportivo da Red Bull KTM, Joel Smets, à NOS.

"No entanto, a KTM já tem duas vantagens, o americano Cooper Webb e o francês Marvin Musquin. Outro piloto causaria rivalidade desnecessária. Preferimos vê-lo ao lado de Tony Cairoli no MXGP.

"Conhecemos o ímpeto de Jeffrey e não queremos correr riscos", continuou ele. "Ele cometeu erros no passado e achamos que devemos protegê-lo contra ele mesmo".

Na segunda-feira, Herlings viajará para a Bélgica para fazer radiografias em seu pé, conforme o relatório. De acordo com Smets, eles esperam que Herlings possa voltar a pilotar em abril, mas a equipe "não colocará uma data em seu retorno".

A segunda rodada do Campeonato Mundial de Motocross da FIM acontece neste fim de semana na Matterley Basin para o MXGP da Grã-Bretanha. O companheiro de equipe de Herlings na KTM, Antonio Cairoli, fez 1º e 1º na rodada de abertura, ao buscar o décimo título mundial

Comentários