Motocross Brasil Cup 1ª Etapa - Kalango Cego


Atualização: 25/07/2016

Neste final de semana o tradicional centro de treinamento do Kalango Cego abriu as portas para a 1ª etapa do Motocross Brasil Cup, nova empreitada da Race Promoções e Eventos. 

Texto e fotos: Guto Bernardes

Com uma nova proposta Rick Vieira e sua equipe realizaram uma grande prova na cidade de Itupeva SP. 

A pista foi preparada com muito carinho pelos irmãos Cid e Careca proprietários do Kalango Cego, vários caminhões de areia deixaram o circuito ainda melhor.

Como a proposta era inovar e melhorar alguns pontos das provas que são realizadas no estado a equipe não mediu esforços para deixar a corrida ainda mais divertida e segura para os pilotos, assim como a completa estrutura do Kalango Cego para o publico e os acompanhantes dos pilotos.

A preocupação com a integridade dos pilotos foi grande, equipe especializada com duas Ambulâncias, Médico socorrista com quadriciclo para atender a qualquer acidente, tudo isso não passou de precaução graças à pista muito segura, a Ambulância nem sequer saiu do estacionamento.

 

No sábado quase 70 motos já aproveitaram para treinar para o domingo, já que com o novo formato no dia da corrida só são realizados dois treinos de warm up com 10 minutos cada categoria e logo começam as baterias.

Com aparoximadamente 100 inscritos o Motocross Brasil Cup mostrou que veio para ficar, no atual momento econômico do nosso país está muito difícil realizar eventos de esporte a motor, Parabéns pela iniciativa Race Promoções e Eventos. 


Rafael "Bubinha" Araujo 


A Junior foi à primeira categoria, Rafael "Bubinha" Araujo veio forte e garantiu a vitória de ponta a ponta nas duas baterias, seguido pelo piloto João Pedro Raimundo que foi segundo em ambas as baterias Caíque Takeyama foi o terceiro em quarto o piloto de Motovelocidade Diogo Moreira, e para fechar os cinco primeiros entre a garotada Gustavo Burjelli.

 


Juliana Alcici 


Já na categoria Feminina exclusiva para as meninas Juliana Alcici não deixou barato e venceu as duas baterias seguida por Karine Machado e Roberta Macieira segunda e terceira respectivamente na soma das duas baterias.


Gilliardi Leonel Freitas 


Na Nacional Rafael Renning venceu a primeira bateria, um problema mecânico o tirou da segunda bateria deixando a vitória para Gilliardi Leonel de Freitas que foi embora com o troféu de vencedor da etapa.


Patrick Leite 


 Patrick Leite fez dobradinha na categoria MX2 Amador uma das categorias com mais motos no gate, Patrick largou na primeira bateria de ponta e liderou todas as voltas sem ser incomodado, Eduardo Machado o Duzinho não teve uma boa largada na 1ª bateria conseguiu boa recuperação finalizando em 2ª assim como na 2ª bateria garantindo o segundo posto no pódio. O mesmo fez Felipe Sallum com dois terceiros lugar e fechando os três primeiros da MX 2 Amador.


Fábio Aleixo 


Fábio Aleixo travou grande duelo com Ney Marcolin pela primeira posição na categoria dos mais experientes na Master 45, para jovens de 45 anos em diante, Ney andou a primeira bateria inteira tentando ultrapassar Aleixo, até conseguiu fazer a ultrapassagem na ultima volta, Aleixo deu o troco metros antes da bandeirada e venceu a primeira bateria. Na segunda bateria Aleixo repetiu a dose e levou o lugar mais alto do pódio, seguido por Marcolin e Alessandri "Lê” Dias, Luciano Panhozzi foi o quarto e Guilhermo Gragnolatti completou o pódio. 


Nelson "Cavuco" Moraes 


Na categoria Open Amador domínio do piloto Nelson "Cavuco" Moraes, vencendo com grande vantagem as duas baterias sem dar chances aos adversários. Luis Henrique foi o segundo e Hildo Dovigo Junior o terceiro em ambas as baterias finalizando a etapa em segundo e terceiro, Gabriel Lins seguido por Florindo "Furel" Zatti fecharam os cinco melhores da categoria.


André "Stocoloco" Stocovich 


Rodrigo Guedes largou na frente na categoria Sênior 35, André Stocovich veio de uma largada ruim em ótima corrida de recuperação chegou até a liderar a bateria, na ultima volta Guedes tomou a liderança de volta e venceu a bateria, bruno Barsso foi o terceiro seguido por Rene Rodrigues. Na segunda Stoco largou de ponta enquanto Guedes, Barsso e Rodrigues saíram das ultimas posições para suas corridas de recuperação. Rodrigo Guedes foi o segundo Renê Rodrigues o terceiro Bruno Barsso o quarto Rodrigo Guerreiro o quinto na segunda bateria e na soma dos resultados.


Hélio Mazarella 


Hélio Mazarella venceu as duas baterias na categoria destinada as motos com motores de 2 tempos, a 2 Tempos Open, Victor Mendes Honoratto foi o segundo.


Carlinhos Evangelista 


Carlinhos Evangelista piloto Team Dunas Honda que compete nos campeonatos profissionais no Brasil foi o grande destaque da categoria Light 250 vencendo as duas baterias de ponta a ponta com grande vantagem para os adversários. Lucas Belgini foi o segundo em ambas as baterias ficando com o segundo lugar na soma, Geovani Romanha foi o terceiro Stefano Mello o quarto e Ricardo Osny fechou o pódio das 250cc.


João Paulo de Camargo 


A categoria máxima no campeonato a PRO 450 foi dominada por João Paulo de Camargo (JP Motos) JP não deu chance aos adversários e venceu as duas baterias liderando do começo ao fim se mostrando muito a vontade no circuito do Kalango Cego, em segundo em ambas as baterias após se recuperar de largadas ruins veio Felipe "Turbo" Ferreira de Sorocaba, para ficar em segundo também na soma das baterias, em terceiro Rafael Jaquetta impressionou a todos colocando uma dois tempos no pódio entre as poderosas 450 4 tempos, Mateus Prado foi o quarto colocado na soma, Felipe Zambrini fechou o pódio da categoria Máxima. 

Durante a semana galeria com mais de 1000 fotos do evento, aqui mesmo no CrossOne.

 

 O ponto alto do evento foi a pontualidade no tempo de evento, começando os trabalhos as 6h00 da manhã e finalizando o evento (premiação) antes das 17h00. Todas as 21 largadas não tiveram atraso, com a primeira bateria dando inicio as 10h30 e finalizando a ultima bandeirada por volta de 16h00.

•2ª Etapa 11 de Setembro

•3ª Etapa 13 de Novembro

 

Resultados

 

 

 

 

 

 

 

O Motocross Brasil Cup 2016 - Novo conceito em Motocross

Co patrocínio: MRP Racing e JL Marcon Car Service - Apoio: IMS Racing, Stocovich Design, NFS Racing, Sac Seguros, Decore Motograficos, Black Sun e América Sports. Realização: Race Promoções e Eventos com apoio local Pista Kalango Cego

Comentários