Motocross Brasil Cup - 2ª Etapa - Kalango Cego


Atualização: 14/09/2016

Motocross Brasil Cup 2016 - 2ª Etapa - Kalango Cego

Texto e Fotos: Guto Bernardes

 

Foi disputado no ultimo final de semana a 2ª etapa do Motocross Brasil Cup, a pista do Kalango Cego em Itupeva foi o palco da festa do Motocross, pilotos de São Paulo, Minas Gerais e outros estados do país abrilhantaram a competição.

No sábado (10) foram realizados treinos livres e no domingo as corridas.

Com a nova proposta da Race Promoções e eventos a programação começa cedo no Domingo, as 8:00 já tinha moto na pista para o Warm-Up. A primeira bateria a entrar na pista foi a Feminina destinada às garotas.

Barbara Fernandes de Arujá dominou ambas as baterias da categoria feminina do Holeshot a bandeira quadriculada, seguida de perto por Ana Lucia Vizione nas duas baterias, as duas ponteiras abriram boa vantagem para as demais meninas, Juliana Alcici foi a terceira nas duas baterias, fechando assim o Overall da Feminina.  Junto a feminina correu a Junior com vitória de Gabriel Cozer.


Barbara Fernandes 



Gabriel Cozer 


A categoria para motos Nacionais teve uma mudança significativa nessa segunda etapa, assim como a categoria 65cc mudando da pista maior, para a menor. O C.T. Kalango Cego conta com dois circuitos de Motocross, na pista menor os saltos são menores e de menor velocidade tudo pensado para a segurança dos pilotos.


Fabricio Batista 


A categoria Nacional foi a segunda a entrar na pista, a briga pela primeira colocação ficou com dois pilotos de Itu, Bruno Perri e Fabricio Batista cada um vencendo uma bateria, Fabricio venceu a segunda bateria e levou vantagem no critério de desempate conquistando a etapa, Lucas Carinhena fechou os três melhores na Nacional com uma 3º e um 4º nas baterias.

Para finalizar as baterias na pista menor a categoria 65cc entrou na pista, realizada com uma só bateria a garotada mostrou que não está para brincadeira e muita disputa se viu pelas posições intermediarias, Vinicius Dutra se destacou logo no inicio da bateria e levando a vitória com certa tranqüilidade. A disputa pela segunda colocação foi literalmente até a ultima curva, João Vitor (Japinha) e Murilo Martinez deram show, melhor para Japinha que foi o segundo colocado, Murilo foi o terceiro fechando o top 3.


Vinicius Dutra 


MX 45 foi dominada mais uma vez por Fabio Aleixo, o piloto de São José dos Campos não deu chances aos adversários vencendo as duas baterias, Hermínio Oliveira (Maninho) de Sorocaba foi o segundo com 3º e 2º nas baterias, Luciano Panhozzi completou o top3 dos jovens senhores.


Nelson Moraes 


Nelson Moraes (Cavuco) dominou a Open Amador vencendo ambas as baterias com larga vantagem para os adversários, Luis H. Raspe foi segundo com 3º e 2º nas baterias, Florindo Zatti (Furel) da cidade de Salto foi o terceiro somando 3º e 4º lugar nas baterias.


Fabio Aleixo 


MX 2 Amador com um dos Gates mais cheios da competição Eduardo Machado não tomou conhecimento da concorrência e venceu de forma convincente levando as duas baterias sem muitas dificuldade, Gabriel Henrique foi o segundo colocado com um 2º e 3º nas baterias, seguido por Patrick Leite com 4º e 2º nas baterias fechando os Top 3.


Eduardo Machado 



Caio Lopes 


As categorias MX 450 PRO, MX Light 250 e 2 tempos Open largaram na mesma bateria porem com classificação separada. Os pilotos da equipe IMS Honda Rinaldi Venicio Voigt e Caio Lopes lideraram as duas baterias, cada um venceu uma respectivamente. Resultado das categorias, Venicio venceu a MX 450 PRO com 1º e 1º, Caio a MX Light 250 também com 1º e 1º nas baterias. Carlinhos Evangelista foi o segundo na MX Light 250 com dois 2º lugares nas baterias, Lucas Belgini fechou o top 3 com dois 3º lugares. Já na categoria MX 450 PRO Rodrigo Guimarães veio de Registro para garantir o segundo posto seguido de Danilo Veltroni da cidade de São Carlos. Na categoria 2 tempos Open Raul Faustino levou a melhor sobre Gabriel Breda, vencendo as duas baterias.


Venicio Voight 



Raul Faustino 


MX Sênior 35 André Stocovich o Stocoloco de Americana levou a melhor superando duas pedras no sapato, na primeira bateria Rodrigo Guedes superou Stoco mostrando que não seria fácil. Na segunda bateria foi a vez de Rene Rodrigues disputar a primeira posição com Stoco, que conseguiu a vitória na segunda bateria levando o Overall. Rene foi o Segundo com 3º e 2º nas baterias, Rodrigo Guedes fechou o top 3 com 1º e 4º nas baterias.


André Stocovich 


Fechando essa segunda etapa concluímos que a Race Promoções e Eventos juntamente com o C.T. Kalango Cego estão no caminho certo, construindo um campeonato sólido que já cole os frutos, a grande maioria dos pilotos saiu satisfeito com a organização, tratamento de pista e etc. O novo conceito chegou para ficar. Não perca a próxima etapa no dia 13 de novembro no C.T. Kalango Cego.

 

O Motocross Brasil Cup 2016 - Novo conceito em Motocross

Co patrocínio: MRP Racing e JL Marcon Car Service - Apoio: IMS Racing, Stocovich Design, NFS Racing, Sac Seguros, Decore Motograficos, Black Sun e América Sports. Realização: Race Promoções e Eventos com apoio local Pista Kalango Cego

 

 

Galeria de imagens

Resultados

 

Para a galeria de fotos parte 2 click aqui: http://crossone.com.br/motocross-brasil-cup-galeria-parte-2

Comentários