Brasileiro de Supermoto tem novas categorias


Atualização: 17/04/2018

No próximo domingo (22) será dada a largada no Campeonato Brasileiro de Supermoto no kartódromo do ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), no interior de São Paulo. Considerado um dos melhores do país, o kartódromo teve a pista reinaugurada recentemente com novos traçados e trechos com terra que prometem trazer mais emoção para a prova.

 

Este ano o grid da competição contará com 9 categorias, uma a mais em relação ao ano anterior. Foram criadas as categorias Speed 300 e Street 250, ambas da motovelocidade que passam a se juntar a SM Bikers. De acordo com o diretor da Supermoto CBM, Carlos Senise, a inserção destas classes foi uma forma de dar oportunidade aos pilotos da motovelocidade a competirem o Supermoto sem precisarem correr o trecho de terra, característico da competição. Além disso, tem o intuito de atrair novos pilotos para a modalidade. Participam também do campeonato as categorias SM1, SM3, SM1 Stock, SM3 Pró, SM2, SM4 Over 40.

Street 250 foi uma das categoria inseridas na competição este ano

Outra novidade para a temporada 2018 é a realização de provas em novas regiões. Pela primeira vez Minas Gerais vai receber uma prova do campeonato, além de Santa Cantarina, que tem uma etapa prevista em Balneário Camboriú.  “As provas sempre foram realizadas no Estado de São Paulo, agora abrimos etapas em outras regiões para privilegiar também os pilotos do sul do país, que estão começando a entrar na modalidade.”  – comentou Senise, diretor Supermoto CBM.

No intuito de colocar mais pilotos na pista e valorizar todos que participaram do Campeonato 2017, a organização realizou  uma tabela com valores regressivos. O piloto que participou de ao menos uma das etapas de 2017 poderá trazer outros pilotos para participar do Campeonato 2018 com desconto no valor da inscrição. O piloto que já participou do Campeonato deverá fazer sua inscrição em conjunto com a dos seus convidados, por equipe. Esses convidados não podem ter participado do campeonato do ano passado, tem que ser piloto novato ou afastado a mais de um ano. (Confira o calendário de provas aqui)

Participam por etapa aproximadamente 35 pilotos, mas com ações de incentivos, como inserção de novas categorias e regiões no calendário, além de promoções no ato de inscrição, espera-se que o número de inscritos suba para 60 por etapa, já que muitos pilotos têm apresentado interesse na modalidade.

Veja aqui o passo a passo para realizar sua inscrição.

Texto e fotos: CBM

 

Comentários